Exercicio para pensamento indutivo que leva a inovação.

Há muitos anos atrás, ministrei uma palestra sobre inovação, em São Paulo, para engenheiros de uma multinacional. Iniciei a palestra pedindo a esses engenheiros que encontrassem duas soluções de engenharia com dois objetos que desenhei no quadro negro: um cubo de gelo e um pincel. A sugestão que dei a eles era de que primeiramente pensassem como crianças que estão descobrindo as características desses objetos. Após um intervalo de 30 minutos, argui sobre o que tinham encontrado, e não tive respostas. Então, do lado de cada um dos objetos descrevi duas propriedades que seriam facilmente perceptíveis com a experimentação e observação de uma criança: o gelo derrete e desliza com facilidade, enquanto que o pincel de um lado tinha uma ponta rígida e do outro lado poderia varrer uma superfície. Ver a figura3.30. A seguir fiz uma associação de cada uma das propriedades de cada objeto para realizar os dois projetos:

  1. O primeiro projeto colocando o pincel deitado sobre o gelo. Sabemos que o gelo derrete numa proporção aproximadamente linear, considerando uma temperatura ambiente constante. Então, quando o gelo derretesse até uma certa altura durante um certo intervalo de tempo, a ponta rígida do pincel iria fechar os contatos de acionamento de um comando elétrico, de um motor. Temos um temporizador rústico, mas funcional.
  • O segundo projeto seria o pincel cravado no cubo de gelo, com a parte de varrer para cima. Com um guia longitudinal dentro de uma tubulação, que constringisse o gelo, para que se empurrasse esse gelo de uma ponta para outra da tubulação, deslizando através da guia. Após cada deslocamento pela tubulação iria se girando o guia a uma variação de um grau, até fazer 360 graus e limpar toda tubulação internamente.

Concluo esse exemplo demonstrando a necessidade de exercitar o pensamento indutivo fora dos padrões comuns, para encontrar soluções alternativas, que possam fazer a diferença competitiva no modo de realizar.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários